Dicas de como montar o seu planejamento financeiro para viajar

Como fazer um planejamento financeiro para viajar?

Se você é como eu e sempre está pensando em sua próxima trip, saiba que o primeiro passo para não ter dor de cabeça é estruturar um bom planejamento financeiro para viajar. Com certeza, ter esse cuidado vai fazer toda diferença em como será aproveitado o destino visitado.

Dessa forma você pode evitar extrapolar nos gastos e, de quebra, equilibra as contas pessoais para não entrar no vermelho. Pode ainda sobrar um extra para aquele passeio de última hora que não estava no planejamento. Pense nisso!

Fazer a programação passo a passo de sua viagem é uma maneira de se prevenir de possíveis inconveniências, principalmente se estiver no exterior em que a moeda local sofre oscilações constantes.

Já falei aqui no Intercâmbio Cultural sobre o que fazer em Londres, na França e também algumas dicas para encontrar as melhores escolas de inglês no exterior. Porém, ainda não tinha escrito nada sobre a parte financeira, motivo principal deste novo post.

Como fazer um planejamento financeiro para viajar?

Para te ajudar, junto com a equipe do kontaazul.com.br, elaborei aqui oito dicas essenciais para quem quer se preparar para a próxima viagem e trazer apenas boas recordações. Vamos lá!

Comece a economizar

Se você anda sonhando em realizar alguma trip maravilhosa, saiba que o primeiro passo para não ter dor de cabeça é estruturar um bom planejamento financeira para viajar.

Mesmo que você ainda não saiba os valores que serão necessários, já faça uma reservinha para realizar esse objetivo.

Coloque no papel ou em uma planilha todos os seus gastos mensais, até aqueles menores. Agora veja quais deles são desnecessários e que podem ser eliminados ou reduzidos. Isso vai te ajudar a ter maior controle sobre o seu orçamento e gerar mais economia.

Escolha o destino

Aqui no site sempre falo sobre destinos nacionais e internacionais. Você já sabe qual será o destino da sua próxima viagem? Para organizar da melhor forma é ideal ter em mente um ou dois locais possíveis e já identificar quais são os passeios que deseja fazer.

É importante definir o destino de acordo com o que as suas finanças permitem..

Para fazer uma escolha assertiva, análise aspectos como preço do deslocamento, passagens, passeios, hospedagem e visto, por exemplo. Além disso, se for para o exterior, avalie a cotação e oscilações da moeda e possíveis impostos (seguro saúde) que são cobrados para permanecer por lá.

A escolha do seu destino deve estabelecer coisas que podem transformar a viagem em algo mais caro. Se você optar por esquiar em Santiago (Chile), por exemplo vai ter que levar em consideração os gastos para a aquisição de roupas de inverno.

Utilize suas milhas

Caso você faça uso dos cartões de crédito no seu dia a dia, quem sabe pode valer a pena também começar a participar de algum programa de fidelidade. Eles acumulam milhas que podem ser trocados por passagem aérea, reduzindo esse gasto do seu orçamento.

Para realizar essa troca, veja com a administradora do seu cartão e também pesquise os melhores horários e dias para o destino desejado. As milhas podem ajudar a reduzir consideravelmente o gasto com o transporte na sua viagem, bancando as passagens e até aluguel de carro.

Se não tiver milhas suficientes, elas podem reduzir bem o valor final.

Uma dica é deixar o bom e velho alarme de preços ligados, para que você possa ser avisado sobre as melhores oportunidades e valores em várias companhias aéreas. 

Estipule pelo menos o mês da viagem e programe os alertas para receber por e-mail.

Como planejar uma viagem?
Como planejar uma viagem?

Estipule os gastos para a viagem

Sem sombra de dúvidas, o planejamento financeiro é umas das melhores formas de realizar um objetivo. É importante que você tenha em mente que esse processo é seguido por vários hábitos que geram o saldo estabelecido para curtir com tranquilidade cada momento da sua viagem.

Quando você coloca no papel uma estimativa de gastos, fica bem menos complicado saber quanto será necessário economizar e o tempo para que o objetivo seja alcançado.

Leve em consideração despesas como passeios turístico, alimentação, hospedagem, compras e transporte durante a viagem. Faça simulações pela internet para ter uma boa comparação de valores e aplique uma inflação projetada de acordo com o período em que pretende visitar o destino. Isso vai te ajudar a evitar surpresas indesejáveis.

Definição do orçamento para viagem

Agora é hora de definir o seu roteiro e duração da viagem e documentar o que é viável ou não de acordo com o orçamento planejado.

A planilha de custos vai te ajudar nesta etapa, já que ela será a responsável por definir o orçamento disponível para aproveitar a viagem da melhor forma possível.

Anote também quais seriam os pequenos gastos diários em sua viagem e conte sempre com um saldo extra para passeios ou presentinhos de última hora.

Leve dinheiro extra

Nem só de lazer e compra de lembrancinhas vive o viajante, certo? Sendo assim, reserve sempre uma quantia de dinheiro para emergências e imprevistos.

Mesmo que você possua plano de saúde e tenha feito um bom plano de gasto, imprevistos podem acontecer.

Além disso, quem vai para o exterior deve saber que alguns probleminhas são bem complicados quando o dinheiro está curto. Precaução sempre!

Cuidado ao usar o cartão de crédito

Bem usado, ele é um aliado, mas é importante saber que se tiver uma compra no cartão de crédito, ela será cobrada no retorno de sua viagem. Se o orçamento não tiver essa pendência, você então terá um problema financeiro.

Tenha ainda mais atenção com o uso de cartão de crédito em viagem ao exterior, já que a cotação do dólar oscila muito e ainda existe a cobrança de IOF.

Antes de realizar suar o cartão durante a viagem, volte ao seu orçamento e avalie se aquele gasto pode ser absorvido por seu planejamento.

Invista o saldo do seu planejamento

Nada melhor do que aumentar o poder de compra para usar na viagem, certo? A melhor forma, além de economizar mensalmente, é aplicar o dinheiro que você está reservando e aproveitar de um rendimento.

Enquanto o dia da viagem não chega, as aplicações podem elevar o seu orçamento final e também vai te ajudar a ter uma cultura de fazer o dinheiro trabalhar para você.

Qual outra estratégia você usa para bancar as suas viagens? Conte pra mim, estou curioso!

Depois dessas dicas de planejamento financeiro para viajar, é hora de preparar a mala para o seu próximo destino.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.